A nova avaliação de desempenho 3.0

 

Quem costuma passar pelas tradicionais avaliações de desempenho anuais das empresas já deve ter tido a sensação de estar perdendo tempo em um processo subjetivo demais e até ter ficado desmotivado com os resultados. A boa notícia é que você não está mais sozinho. As empresas também passaram a ter a mesma percepção e estão abandonando esse modelo, conforme algumas das principais consultorias em recursos humanos. “Essas mudanças têm sido respaldadas por pesquisas que indicam que os modelos tradicionais de gestão da performance não estão alcançando os resultados esperados”, afirma Agatha Machado Alves, líder de práticas de desenvolvimento da consultoria AON.

A busca dessas empresas é por um novo modelo mais compatível com a realidade atual, em que a quantidade de informação produzida, mesmo gigantesca e contínua, é discutida, compartilhada e avaliada a todo e qualquer momento nas mídias digitais.

O resultado disso é que um grande número de empresas está encorajando feedbacks mais frequentes e deixando de lado antigos processos de ranqueamento e curvas de distribuição forçadas, numa tentativa de se aproximar mais da vida real das pessoas. “Isso está acontecendo porque uma nova geração de profissionais começou a questionar o sentido dos ritos de uma avaliação tradicional”, diz Agatha. Romper com os prazos marcados é a nova condição na vida dessas corporações.

Mas é preciso cautela antes de sair por aí em uma corrida desesperada para se encaixar nessa nova tendência que vem sendo observada mundialmente. Segundo a especialista da AON, o que serve para uma empresa não necessariamente vai servir para outra. “É preciso adequar as ferramentas de gestão de performance para cada perfil corporativo”, afirma Agatha.

Continue lendo …

http://www.valor.com.br/carreira/4779691/nova-avaliacao-de-desempenho-30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *